Artigos

15 coisas sobre cabelo branco que todos deveriam saber

Siga o canal de notícias @alouberlandia no Instagram

Dr Ademir Leite Junior, médico e tricologista Presidente da Academia Brasileira de Tricologia lista 15 coisas sobre cabelo branco que todos deveriam saber

Embora estejam simbolicamente ligados a chegada da maturidade, o aparecimento dos cabelos brancos segue uma lógica biológica que pode ou não acompanhar a idade cronológica da pessoa. Atualmente os cabelos brancos estão valorizados mesmo entre um público que antes mal considerava ostentar o visual dos fios totalmente prateados, é crescente o número de mulheres que estão preferindo deixar os fios seguirem o ciclo natural da perda de cor.

Mas, afinal, como é de fato esse processo do embranquecimento dos cabelos? E quem gostaria de retardar o surgimento deles, tem essa possibilidade? Além da ausência da cor natural, quais são as diferenças entre cabelos brancos e pigmentados?

Quem responde a essas dúvidas é o médico e tricologista Dr Ademir Leite Junior. O profissional, que é Presidente da Academia Brasileira de Tricologia lista 15 coisas sobre cabelo branco que todos deveriam saber.

1 – Podem aparecer em qualquer idade, mesmo ao nascimento, mas normalmente costumam dar seus primeiros sinais após os 30 anos de idade para a maioria das pessoas.

2 – Da mesma forma que há adolescentes que começam a ter cabelos brancos existem idosos que não ficam com os cabelos grisalhos.

3 – O termo canície é utilizado para definir o processo de embranquecimento dos cabelos.

4 – Cada folículo piloso (raiz do cabelo) apresenta um conjunto de células que produzem a melanina (pigmento do cabelo) e que estão ativas (trabalhando). Neste mesmo folículo há um estoque de células que renovam as células ativas na medida que estas vão envelhecendo.

5 – Uma vez que se esgota este conjunto de células (as ativas e as do estoque de renovação), os cabelos ficam brancos.

6 – É o estoque de células que temos em cada raiz do cabelo que faz com que eles mantenham o pigmento por maior tempo. Se este estoque é grande nossos cabelos tenderão a ficar brancos mais tardiamente.

7 – Além do consumo das células que produzem os pigmentos dos nossos cabelos (melanócitos), existem momentos em nossa vida em que a produção do pigmento diminui. Isto se dá por eventos traumáticos ou estresse.

8 – Existem casos de doenças e medicamentos que podem acelerar o aparecimento de cabelos brancos.

9 – É sabido que uma elevada quantidade de radicais livres nos folículos pode provocar o aparecimento precoce de fios brancos.

10 – Não há nenhum medicamento que tenha efeito comprovado na recuperação da coloração dos cabelos.

11 – As colorações sintéticas ainda são os métodos mais eficazes de cobrir os fios brancos e de disfarçá-los.

12 – Cabelos brancos apresentam a mesma estrutura anatômica dos fios pigmentados, porém não apresentam exatamente o mesmo pigmento que dá a cor aos mesmos.

13 – É mentira que a cada fio branco arrancado nascem outros sete fios brancos. Uma vez arrancado um fio branco pode voltar a nascer branco novamente, mas isso nunca interferirá na pigmentação dos fios ao redor dele, uma vez que cada fio de cabelo tem seu próprio conjunto de células que produzem a melanina (pigmento dos cabelos)

14 – O estresse parece ter um envolvimento direto com o aparecimento precoce dos fios brancos.

15 – Fios brancos devem ser tratados da mesma forma que fios pigmentados, uma vez que anatomicamente são idênticos aos fios com cor.

Fonte: HD Press

ASSISTA AS LIVES DO CANAL ALÔ UBERLÂNDIA NO FACEBOOK