Segurança pública

Tentativa de homicídio em Uberlândia

A ocorrência foi registrada durante a noite desse domingo 4 de abril por volta das 21:43h, na rua Maria Grossi Raniero, no bairro Pacaembu

De acordo com as informações da polícia militar, estavam realizando patrulhamento quando os militares foram informados via rede rádio sobre uma tentativa de homicídio na rua Maria Grossi Raniero, em que dois indivíduos em uma motocicleta efetuaram vários disparos contra as pessoas que estavam na porta de uma residência. No local a vítima uma mulher de de 23 anos, que relatou o ocorrido. Segundo ela, estava com seu pai, de 48 anos, no passeio no momento em que dois indivíduos em uma motocicleta vermelha se aproximaram, o passageiro desceu e foi em direção a ela com uma arma em punho e efetuou quatro disparos. Ela, ao perceber que o indivíduo estava indo em sua direção, correu para dentro da sua casa e o seu pai tentou segurar o suspeito e foi alvejado. Ainda segundo a vítima, o suspeito seria seu ex amásio que não aceitava o fim do relacionamento e já fazia um tempo que estava a ameaçando de morte. Ela possui medida protetiva contra o acusado. Informou ainda que seu ex possui um Corolla prata. A vítima dos disparos foi socorrida ao pronto socorro. Segundo informações do hospital, a vítima sofreu um disparo na face que o projétil trans fixou e outro disparo nas nádegas que ficou alojado. Diante dos fatos foram realizadas diligências para localizar o suspeito e os militares receberam informações de um possível endereço que o suspeito poderia estar escondido. No endereço, na rua Pirapitinga, bairro São José, os policiais se depararam com a casa aberta e o Corolla estacionado na garagem. Ao realizarem a vistoria na residência, foram localizados dois capacetes na sala, um deles semelhante ao do suspeito dos disparos (conforme as imagens de câmeras de segurança). Ainda no interior da casa foi localizado um revolver Cal 38. Havia no revólver duas munições intactas e uma deflagrada. Também foi localizada na residência a carteira de trabalho em nome do possível coautor do crime. O carro de uma testemunha ford ka foi atingido com um disparo, sofrendo dano no vidro dianteiro do lado direito (vidro quebrado) e perfuração no estofado do banco do motorista. O perito compareceu no local do fato. Materiais entregues na delegacia de plantão para demais providências. Os suspeitos ainda não foram localizados.

Fonte: polícia militar/MG

ASSISTA AS LIVES DO CANAL ALÔ UBERLÂNDIA NO FACEBOOK