Segurança pública

Polícia Civil de Uberlândia continua a ação de combate aos preços abusivos de álcool gel

Dando continuidade à fiscalização em estabelecimentos comerciais que estão vendendo álcool gel por preços abusivos e investigando as denúncias dessas vendas que chegam diariamente aos órgãos policiais e de defesa do consumidor, a Polícia Civil de Uberlândia realizou nas últimas horas mais duas detenções e apreensões desses produtos que estavam sendo vendidos de forma irregular.

No final da tarde de dessa quarta-feira, dia 25, numa operação conjunta com o Ministério Público do Consumidor e o Procon, os investigadores da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil apreenderam diversas caixas de álcool gel numa loja da Avenida José Fonseca e Silva, no bairro Luizote de Freitas, e detiveram o gerente, conduzindo-o para prestar depoimento na Delegacia de Plantão.

Hoje (quinta-feira, dia 26), ao fiscalizar uma denúncia anônima dada ao Procon, os policiais chegaram a um loja de conveniência de um posto de combustíveis na Avenida Anselmo Alves dos Santos, no bairro Tibery, e apreenderam 112 frascos de álcool gel, que estavam sendo vendidos a preços abusivos. Ao fazer os cálculos do preço de venda, foi constatado que auferiam um lucro de 77%.

O gerente do estabelecimento, de 42 anos, disse que havia adquirido um total de 12 caixas do produto, cada uma contendo 24 unidades. Ele foi conduzido para a Delegacia de Plantão e vai responder a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por crime contra a economia popular, cuja pena varia de seis meses a dois anos de detenção e multa. Logo após depor, o gerente foi liberado.

O delegado regional de Polícia Civil, Luciano Alves dos Santos, alertou os donos de comércio a não praticarem preços abusivos de álcool gel e outros insumos que são usados no combate a pandemia do Coronavírus e pediu aos cidadãos que verificarem tais abusos que denunciem os estabelecimentos comerciais. A ação conjunta da Polícia Civil, do Procon e do Ministério Público vai continuar.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Polícia Civil de Uberlândia

Participe do nosso grupo Whatsapp