Segurança pública

Investigado pela Polícia Civil é preso em operação no Nordeste do país

Uma ação conjunta da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte (PCRN) resultou na prisão preventiva de um suspeito de envolvimento no crime de homicídio, ocorrido em Paracatu, Noroeste de Minas. O investigado foi preso nesta segunda-feira (5/4), na cidade de Santa Cruz (RN), local onde ele estava escondido. O mandado foi cumprido por policiais daquele estado após a troca de informações entre as policiais civis mineira e potiguar.

O homem é apontado como o principal suspeito de executar a vítima e arquitetar a trama criminosa. Conforme pontua o delegado Gustavo Henrique Ferraz, que coordena a investigação, “o trabalho integrado com as polícias de outros estados tem contribuído para a resolução de investigações complexas, culminando com o êxito nas ações policiais, especialmente, na prisão dos suspeitos de crimes violentos cometidos no Noroeste de Minas Gerais”.

Homicídio

O crime ocorreu no dia 18 de fevereiro deste ano, no bairro Prado, em Paracatu, quando a vítima, de 22 anos, foi surpreendida dentro de casa, sendo atingida por disparos de espingarda calibre 12 e revólver, em várias regiões do corpo, sobretudo na cabeça. Conforme investigado, o jovem foi morto em razão de uma dívida de drogas no valor de R$ 1,8 mil.

Ainda segundo levantamentos, quatro pessoas teriam envolvimento no homicídio, sendo que duas participaram diretamente na execução e outras duas deram apoio, mediante o empréstimo do veículo utilizado no crime e o fornecimento de informações sobre a casa e a rotina da vítima.

Outras prisões

No dia 4 de março, em ação integrada das polícias civis de Minas Gerais e de Goiás, um dos suspeitos do crime foi preso temporariamente, no município de Cristalina (GO). No mesmo dia, as equipes policiais cumpriram mandado de busca na casa do investigado, onde foi apreendido o veículo utilizado no crime, além de celulares.

Já no dia 29 do mesmo mês, foi deflagrada a operação 5º Mandamento, em Paracatu, para cumprimento de mandados de busca e apreensão domiciliar e prisão de outros envolvidos no crime. Durante as buscas nas casas dos investigados, foram localizados materiais relacionados com tráfico de drogas, além de porções de maconha.

Fonte/crédito imagem: PCMG

ASSISTA AS LIVES DO CANAL ALÔ UBERLÂNDIA NO FACEBOOK