Uberlândia

Prefeitura garante atendimento odontológico com 92 consultórios

Aquisição de 28 consultórios em 2019 tem auxiliado no atendimento em 46 unidades

Do recém-nascido ao idoso, o serviço de saúde bucal oferecido pela Prefeitura de Uberlândia, por meio do Programa Saúde Bucal, acolhe todos os públicos e reforça o compromisso da atenção integral à saúde da população de Uberlândia. A atual gestão desenvolve frentes de trabalho para garantir o acesso da comunidade aos 92 consultórios que fazem agendamentos e atendem casos de urgência e emergência, além de realizarem avaliações.

Em 2018, foram 35.500 atendimentos de urgência e emergência. Nos ambulatórios, ocorreram 265 mil consultas voltadas para grupos prioritários, que englobam crianças de 0 a 5 anos, gestantes e diabéticos. Esses pacientes chegam aos consultórios por encaminhamento de enfermeiros ou médicos da atenção primária dentro do programa interdisciplinar.

Para melhorar ainda mais e ampliar o atendimento, a Prefeitura adquiriu 28 novos consultórios em 2019 por meio de emenda parlamentar obtida pelo prefeito Odelmo Leão junto aos deputados federais Mário Heringer e Weliton Prado. Houve reposição de equipamentos e instalação de outros nas novas unidades de saúde dos bairros Monte Hebron e Residencial Pequis.

“Os equipamentos antigos foram substituídos, diminuindo assim a manutenção, melhorando e aumentando o acesso da população aos serviços de saúde bucal. Temos hoje um maior número de atendimentos nas unidades. O município tem trabalhado no sentido de envolver todos os ciclos de vida para atendimento e trabalhado com os grupos prioritários (gestantes, crianças de zero a cinco anos e diabéticos) para melhoria da condição de saúde bucal da população”, explicou a referência técnica em saúde bucal, Hebe Rosely Couto.

Primeira consulta

A cirurgiã-dentista Nédie Georges Nicolas integra uma das três equipes atuantes na Unidade Básica de Saúde Família (UBSF) Jardim Brasília II. Ela explica que a ação com as crianças visa atender a meta definida pelo município de zerar a incidência cárie em crianças de 0 a 5 anos, conforme Mapa Estratégico da Secretaria Municipal de Saúde. “A importância está em aprender a necessidade da saúde bucal dessas crianças, da manutenção de uma boca saudável e acostumar esse meio bucal com a higienização, para continuar de forma correta à medida que vão aparecendo os primeiros dentinhos”, destacou.

A satisfação é destacada pelo operador de máquinas Cleuber Junior de Oliveira Santos, pai da Lorena, que tem seis meses de idade e visitou o dentista pela primeira vez graças ao trabalho oferecido nas UBSFs. “O atendimento é bom por ser perto de casa. As profissionais são muito atenciosas. É um cuidado a mais para nossas crianças”, disse.

Amplitude

O serviço odontológico municipal é realizado em 46 unidades disponibilizadas em regiões estratégicas para atender todos os setores de Uberlândia. Confira:

– 8 Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) – com dois Centros de Especialidades nas unidades Pampulha e Roosevelt

– 8 Unidades Básicas de Saúde da Família (UBS).

– 26 Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) – sendo sete unidades rurais

– Além de dois Centros Educacionais de Assistência Integrada ao Idoso (Ceais)- um na Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (Aparu) e outro no Ambulatório IST/AIDS Herbert de Souza.

Fonte: Secom PMU