Uberlândia

Prefeitura de Uberlândia realiza 1º Workshop de Piscicultura Ornamental

Mais de 100 pessoas entre produtores, empresários e servidores participaram da iniciativa

Como forma de promover a área de aquicultura em Uberlândia, a Secretaria de Agropecuária, Abastecimento e Distritos (SMAAD) realiza, hoje (28), o 1º Workshop de Aquarismo e Piscicultura Ornamental. O evento levou mais de 100 pessoas, entre produtores, empresários e servidores até o Aquário Municipal do Parque do Sabiá e disseminou informações sobre a produção, mercado e tendências do setor.

De acordo com a secretária de Agropecuária, Abastecimento e Distritos, Walkiria Naves, a piscicultura ornamental é um novo ramo para os produtores da região. “Estamos falando de um mercado diferenciado e que agrega valor ao peixe. Se o interessado não tem uma lâmina d’água grande na sua propriedade, em que não é possível criar peixes para o abate, a psicultura ornamental pode ser uma opção. É um mercado em expansão e nós estamos oferencendo a capacitação para que o produtor possa entender a atividade”, salientou.

É o caso de Regis Kaminura, que começou o seu primeiro aquário há 40 anos. “O que me trouxe aqui foi o nível dos palestrantes, altamente gabaritados e que podem transferir muito conheicmento. Acredito que a nossa região tem grande potencial para produzir peixes ornamentais. Sou apaixonado pelos peixes de água doce e tenho interesse em criar e vender”, contou o aquarista.

O Workshop é mais uma atividade do programa Novo Agro para promover a aquicultura na região. “O objetivo do programa não é apenas expor uma tecnologia. Nós queremos mostrar uma nova oportunidade de negócio e oferecer um conhecimento amplo de mercado e abranger toda a cadeia de atividade”, finalizou Walkíria.

Novo Agro

Com resultados comprovados, o Novo Agro é desenvolvido em dois eixos estratégicos, com a produção e a comercialização de negócios rurais, ambas amparadas por cinco pilares: agricultura de pequeno porte, agroecologia, aquicultura, turismo rural e resgate da gastronomia de identidade local. Até então, mais de 2,2 mil produtores rurais foram beneficiados com o programa.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Empresa Júnior de Consultoria e Assistência Veterinária (Conavet) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) também participam da organização do evento.

Fonte: SECOM PMU