Uberlândia

Estudo apresenta panorama da mulher no mercado de trabalho em Uberlândia

Pesquisa realizada pelo CEPES/UFU faz parte da série “A Mulher no Município de Uberlândia-MG: Trabalho, Educação e Demografia”

Qual a participação da mulher no mercado de trabalho em Uberlândia? Quais setores elas atuam? E a remuneração, há equiparação salarial com os homens? Foi buscando responder estas e outras questões relacionadas à temática da empregabilidade que as pesquisadoras Alanna Santos de Oliveira e Ester William Ferreira lançam “A Inserção da Mulher no Mercado Formal de Trabalho do Município de Uberlândia-MG”. A publicação está disponível na página do Centro de Estudos, Pesquisas e Projeto Econômico-Sociais da Universidade Federal de Uberlândia (CEPES/UFU).

O trabalho apresenta dados relacionados à participação da mulher no mercado de trabalho, os principais setores de atuação e possibilita ainda análise das remunerações por gênero. As informações foram organizadas com base nas informações disponibilizadas na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

A pesquisa abre caminho para a realização de outros estudos relacionados à atuação da mulher no mercado de trabalho. Uma das autoras, Alanna Oliveira, destaca dois fatores que foram evidenciados na apuração dos dados. Se por um lado, a participação da mulher é mais efetiva, a compensação salarial ainda é um problema. “De fato, a inserção da mulher no mercado de trabalho em Uberlândia é ascendente, no entanto, há disparidade no valor da remuneração no comparativo com os homens”.

Outras publicações

“A Inserção da Mulher no Mercado Formal de Trabalho do Município de Uberlândia-MG” é o primeiro volume da Série “A Mulher no Município de Uberlândia-MG: Trabalho, Educação e Demografia”, produzida pelo CEPES/UFU. O segundo volume será publicado em abril e apresenta o cenário de avanços e desafios no acesso à educação das mulheres. Em maio será lançado o terceiro volume, com dados demográficos relacionados ao gênero em Uberlândia.

FONTE: Comunica UFU

Participe do nosso grupo Whatsapp