Uberlândia

Córrego Bons Olhos passa por revitalização e ganha 500 novas árvores

Limpeza da área e plantio de mudas vão compor a formação de novo bosque no entorno

O projeto de revitalização do Córrego Bons Olhos, localizado entre os bairros Cidade Jardim e Nova Uberlândia, teve continuidade na manhã desta sexta-feira (19), com o plantio de 500 mudas e limpeza da área. Na semana passada, mais de cem mudas já haviam sido plantadas. As ações fazem parte do programa de revitalização de praças, áreas de preservação permanentes e parques lineares desenvolvido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico.

“Identificamos a existência de uma mata nativa e algumas mudas que conseguiram sobreviver a ações degradantes do homem. Está sendo feito um plantio de mudas de 27 espécies, como ingá, ipês, pau-brasil, paineiras, com o propósito de devolver à natureza o que a ela pertence. É um trabalho contínuo e vamos acompanhar a evolução desses arbóreos”, explicou o secretário da pasta, Dorovaldo Rodrigues.

Para o adensamento e formação de um futuro bosque, foram selecionadas mudas de árvores nativas adequadas à recomposição florestal. As mudas são todas cultivadas pelo Horto Municipal e vão contemplar o contorno da nascente e da represa na área de preservação permanente do córrego Bons Olhos. Dentro de um ano, os arbóreos terão um crescimento significativo. Já o sombreamento ocorre com um pouco mais de tempo, por volta de três a quatro anos. Para o plantio, a área passou por processo de nivelamento e limpeza devido ao grau de degradação ambiental agravado com a destinação incorreta de entulhos e lixos.

A revitalização também foi pensada para compor o paisagismo para uma futura ampliação do parque linear, que deverá receber um projeto para 2019 com pista de caminhada, ciclovia, academia ao ar livre e iluminação. “Queremos transformar a área pública em espaço de descanso e lazer para a população desfrutar do ambiente”, adiantou Rodrigues.

Para Cláudio Leocádio, presidente da comissão de Meio Ambiente da 13ª Subseção da OAB e membro titular do Conselho Municipal de Conservação e Defesa do Meio Ambiente (Codema), o trabalho executado pela secretaria merece reconhecimento. “Temos a honra de participar de ações desse sentido, até porque a OAB tem um projeto de plantar uma nova árvore a cada carteira da instituição entregue a um novo advogado. A população do entorno da área é beneficiada e o meio ambiente agradece, pois o espaço fica mais agradável e a incidência de calor diminui”, afirmou.

Preservação permanente

A primeira etapa dos trabalhos de revitalização dos parques lineares foi iniciada em maio deste ano, com a realização de diversos tipos de serviços, como retirada de lixo, entulhos e massa verde, além de roçagem, recolhimento de folhas e galhos secos e remoção de bambus e espécies invasoras. No total, foram contemplados oito locais, incluindo os Córregos do Carvão, Liso, Lagoinha, Santa Luzia, Mogi, Bons Olhos e do Óleo, assim como o Parque Linear do Rio Uberabinha. Todos os trabalhos são desenvolvidos mediante autorização do Codema.

Fonte: Secom PMU