Serviços

Prefeitura abrirá cadastro online para viabilizar vacinação contra Dengue

Em função do envio insuficiente de doses por parte do Ministério da Saúde para atender a totalidade do público-alvo de Uberlândia, sistema do Município permitirá contemplar interessados por ordem cronológica de inscrição neste primeiro momento

A Prefeitura de Uberlândia vai abrir, diante da chegada da remessa insuficiente de imunizantes contra Dengue enviada pelo Ministério da Saúde, um cadastro online prévio para poder operacionalizar a vacinação ao público-alvo na cidade, definido para crianças de 10 a 11 anos. A estratégia adotada neste primeiro momento pela Secretaria Municipal de Saúde busca garantir o atendimento em conformidade com a Nota Técnica nº39/2024 do órgão federal, que não estabelece prioridade de vacinação dentro deste grupo, e considera que somente 12 mil doses foram disponibilizadas, o que representa 48,2% deste público existente localmente.

Os responsáveis por crianças nesta faixa-etária poderão realizar o cadastro por meio de sistema no Portal da Prefeitura (CLIQUE AQUI) a partir das 8h da próxima terça-feira (09 de abril de 2024), quando a inscrição será oficialmente liberada. Em função do contexto limitador de quantidade de doses e da nota técnica, o critério utilizado para contemplar os interessados será por ordem de inscrição cronológica. Aqueles que completarem inscrição com reserva de vaga serão comunicados por e-mail e SMS e deverão comparecer, no dia 13 ou 14 de abril, a depender da escolha da data e horário, em uma das unidades destacadas pelo Município para aplicação do imunizante: UAIs Martins, Pampulha, Luizote, Tibery, Planalto e UBSFs Shopping Park 1, Morumbi 1, Jardim Brasília 2.

Paralelo a isso, por diretriz do prefeito Odelmo Leão, a Secretaria Municipal de Saúde já enviou ofício ao Ministério da Saúde alertando sobre a insuficiência de doses e solicitando revisão da quantidade enviada ao Município. Para se ter uma ideia, considerando a atual remessa, outras cerca de 13 mil crianças entre 10 e 11 anos na cidade ainda não poderão ser assistidas, conforme levantamento do Programa Municipal de Imunização. Além disso, o ofício também pede previsão do envio de doses para completar o esquema vacinal das 12 mil crianças que poderão ser imunizadas neste momento.

Secom- PMU