Segurança pública

Três são presos pela PCMG por crimes sexuais contra adolescentes

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) efetuou, nessa quinta-feira (25/4), três prisões, fruto de investigações que apuraram a prática de crimes sexuais envolvendo adolescentes na região Noroeste de Belo Horizonte. Os investigados, dois de 26 anos e outro de 34, foram ouvidos e encontram-se no sistema prisional.
As investigações são da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca). uma das prisões ocorreu na unidade policial quando o suspeito compareceu após ser intimado. O indivíduo, de 26 anos, investigado por importunação sexual teve o mandado de prisão cumprido depois de ser ouvido. A vítima é uma adolescente, de 16 anos, colega de trabalho do homem, e segundo a denúncia, ele teria assediado e acariciado o corpo da jovem durante o expediente. Os fatos ocorreram em 2022.

Outra investigação da Depca que culminou na prisão do suspeito, de 26 anos, por estupro de vulnerável contou com o apoio da equipe da PCMG em São João Del Rei, região Central do estado. Ele teria se envolvido com a vítima, de 13 anos, e chegou a ser preso em flagrante na data dos fatos, em outubro de 2023, na capital. Segundo o homem, a jovem disse que era maior de idade e eles teriam mantido relação sexual com o consentimento dela na casa do investigado, no bairro Jardim Alvorada.

A terceira prisão é de um investigado, de 34 anos, também por estupro de vulnerável. O homem teria abusado sexualmente da filha no bairro Inconfidência e a adolescente relatou que ele ainda a ameaçava. As denúncias chegaram ao conhecimento da equipe da Depca em agosto de 2022, assim que a mãe da vítima soube dos abusos e foi à delegacia. Na época, a vítima, com 15 anos, contou que era abusada há dois anos. O suspeito, que já cumpria pena por homicídio, ainda teria ameaçado a mulher caso fosse denunciado.

ASCOM-PCMG