Segurança pública

Tragédia em família no bairro Luizote de Freitas

Homicídio consumado

em 02out2018, por volta das 19h36m, na rua Paulo Nargonari, bairro Luizote de Freitas. Vítima Delci Pardinho da Silva, 62 anos. Autor E. B. S., 62 anos. A guarnição Policial empenhada pelo COPOM compareceu ao local onde teria ocorrido disparos de arma de fogo e constatou que o autor efetuou quatro disparos contra sua esposa, Delci Pardinho da Silva, um deles acertou o braço direito e outro a cabeça da vítima. O homem fugiu em seguida. Outra guarnição Policial Militar foi a primeira a chegar no local e socorreu a vítima ate o Pronto Socorro da Universidade Federal de Uberlândia. Os Policiais ouviram os relatos das testemunhas, isolaram o local para que a perícia pudesse encontrar o local idôneo. Segundo os Policiais apuraram, o autor teria fugido em um veiculo Celta de cor preta sentido a rodovia em direção ao bairro Morada Nova. Diante das informações colhidas foi feito patrulhamento na tentativa de localizar o autor. Quando chegaram ao pátio do posto de combustíveis localizado na BR 497, os Policiais foram solicitados por transeuntes dizendo que uma pessoa havia acabado de efetuar um disparo de arma de fogo contra si mesma. Ao chegarem ao local, os Militares constataram que se tratava do autor dos disparos ocorridos momentos antes que alvejaram a vítima Delci Pardinho da Silva. Esse autor/vítima estava sangrando muito, mas apresentava ainda sinais de vida. Imediatamente foi socorrido até o Pronto Socorro da Universidade Federal de Uberlândia. Foi constatado que o autor/vítima havida disparado contra si mesmo duas vezes, um disparo no peito e outro na cabeça. Ainda no local foi deixado o veiculo utilizado pelo autor (celta de cor preta) que posteriormente foi periciado e recolhido ao pátio de veículos. Foi também localizada a arma de fogo – revolver taurus calibre .32 com numeração raspada – utilizada por ele. A perícia compareceu nos dois locais e recolheu três estojos de munição deflagrados e uma intacta. A arma de fogo, juntamente com 05 munições intactas e duas deflagradas foi apreendida e entregue na Delegacia. Conforme o medico, os envolvidos nessa ocorrência, autor e vítima, tiveram morte cerebral irreversível tendo em vista que ambos foram alvejados na cabeça. Foi verificado e constatado que o autor já, por diversas vezes, ameaçou e agrediu a vítima, inclusive estava preso por agressão e havia sido posto em liberdade no último domingo. Este autor retornou para a casa onde morava com a vítima e depois de mais uma discussão sacou de uma arma e disparou contra ela. Os filhos do casal foram informados.

Fonte: Polícia Militar/MG