Segurança pública

POLÍCIA CIVIL DE UBERLÂNDIA PRENDE FILHA E GENRO SUSPEITOS DE MATAR TRABALHADOR

A Policia Civil de Minas Gerais (PCMG), por meio da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, prendeu ontem à tarde (segunda-feira, dia 4) um homem de 31 anos e uma mulher de 27 anos, suspeitos de matar o trabalhador em madeireira Reinaldo Gomes, 57 anos. A vítima é pai da suspeita e sogro do outro envolvido. Eles teriam espancado o homem no dia anterior por motivos ainda em apuração.

A prisão do casal ocorreu após uma equipe da Delegacia de Homicídios receber informações de que filha e genro teriam espancado o trabalhador e que a vítima teria morrido. Os investigadores se dirigiram à Rua Leopoldo de Bulhões, no bairro Pampulha, e encontraram a vítima deitada sobre a cama, numa casa de fundos à do casal, com sinais de espancamento e com fraturas pelo corpo.

Interrogada, a filha do trabalhador contou uma versão de que o pai teria sido vítima de agressão fora do domicílio, mas entrou em contradição e confessou o espancamento. Ela e o marido foram conduzidos para a Delegacia de Homicídios e autuados em flagrante pela delegada Thays Regina Silva. A perícia técnica foi chamada e constatou os traumas na vítima. No início da madrugada, o casal foi levado para o Presídio Prof. Jacy de Assis, onde ficará à disposição da Justiça.

De acordo com levantamentos feitos pelos investigadores, o casal é suspeito de agredir a vítima frequentemente e brigas entre eles eram constantes. Reinaldo morava sozinho na casa de fundos à da filha e do genro. Conforme informaram testemunhas, o casal fazia uso constante de álcool, o que motivava agressões. Ambos foram autuados por homicídio qualificado por motivo torpe e por impossibilidade de defesa da vítima. O corpo passou por autopsia no IML.

Fonte: Assessoria de Imprensa da 1ª DRPC de Uberlândia (MG)