Segurança pública

Operação do MPMG flagra professor repassando drogas a presos em Andradas, no Sul de Minas

Nos dias 11 e 12 de julho, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da Promotoria de Justiça de Andradas, realizou a Operação “Breaking Bad”, que apura evidências de criminalidade organizada, tráfico de drogas e corrupção no interior do Presídio de Andradas, no Sul de Minas. A operação contou com o apoio da Polícia Penal.

Durante a operação, nove pessoas custodiadas e um servidor público, que é professor da escola da unidade prisional, foram conduzidos em flagrante delito por tráfico de drogas e associação ao tráfico.

No momento do flagrante, o professor havia deixado grande quantidade de drogas (cocaína e maconha) no banheiro da sala de aula para repassar aos presos. Alguns deles engoliram as drogas ainda embaladas pouco antes do flagrante. Estima-se que eles ingeriram mais de 40 papelotes. Além disso, foram apreendidos outros invólucros com substância semelhante a cocaína.

Alguns custodiados pegos em flagrante ainda estão na Santa Casa de Andradas para expelirem as drogas. Em seguida, eles serão levados à Delegacia da Polícia Civil para prestarem depoimentos.

Segundo as investigações, uma organização criminosa passou a atuar no Presídio de Andradas para inserção de grande quantidade de entorpecentes no ambiente prisional por agente público externo, professor da escola da unidade.

Fonte: Ministério Público de Minas Gerais