Segurança pública

Operação Amigo da Onça: PCMG em Itaúna prende suspeito de homicídio

Na manhã desta terça-feira (13/6), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) desencadeou a operação Amigo da Onça, resultando na prisão de um homem, de 27 anos, suspeito de envolvimento no homicídio de outro homem, de 29. O crime ocorreu em 29 de maio, no bairro Vitória, em Itaúna, região Centro-Oeste do estado.

Assim que acionada, a PCMG iniciou uma intensa investigação e identificou a autoria do crime. O suspeito foi detido hoje no interior de um hospital, no qual a mãe está internada. Na ocasião, foram apreendidos um celular, o capacete utilizado no dia do crime e um cigarro contendo substância similar à maconha, bem como pertences pessoais. Além disso, mandados de busca e apreensão foram cumpridos em dois endereços ligados ao investigado, incluindo a residência do alvo e uma área rural onde o pai dele reside.

Informações obtidas ao longo das apurações revelam que o suspeito e a vítima mantinham uma relação de amizade, o que teria facilitado a ação criminosa. A motivação do crime ainda não foi confirmada, porém indícios sugerem que o suspeito tinha interesse em subtrair dinheiro que a vítima possuía. Até o momento, não foram encontrados elementos que comprovem a ocorrência de roubo, afastando a hipótese de latrocínio.

Após a formalização dos trabalhos de polícia judiciária, o suspeito foi encaminhado ao sistema prisional e permanece à disposição da Justiça. “A Delegacia de Polícia Civil em Itaúna reafirma seu compromisso com a segurança e o combate aos crimes violentos ocorridos nos últimos dias na cidade, respondendo de forma ágil e precisa. As investigações continuam”, afirma a delegada responsável pelo inquérito policial, Luciene Caldas.

O crime

Os levantamentos indicam que o crime ocorreu durante a negociação de um veículo em Itaúna. A vítima chegou ao local pilotando uma motocicleta, acompanhada por um amigo na garupa. Em determinado momento, o amigo desembarcou e efetuou disparos contra ela, fugindo a pé logo em seguida. A vítima foi prontamente levada ao hospital, porém não resistiu aos ferimentos.

Fonte: ASCOM-PCMG