Segurança pública

Encontro de cadáver

Encontro de cadáver

20/08/2018

09h12

avenida segismundo pereira

atendendo despacho do centro de operações policiais militares (copom), a guarnição policial militar compareceu ao endereço onde, segundo denúncia, um indivíduo estava ocupando uma suíte por mais tempo que o comum e após funcionários terem tentado falar com ele, sem sucesso, acionaram a polícia militar para verificar o que de fato ocorreu. Chegando ao local, e após entrar na suíte, foi encontrada a vítima caída no chão ao lado da cama. Visualmente o corpo apresentava sinais de óbito tais como rigidez cadavérica, hematomas característicos, corpo gelado, forte odor etc. Próximo ao corpo havia uma cnh em nome de ederson miranda, 46 anos. Diante desta constatação, acionada a perícia que realizou as diligências necessárias e localizado no cardápio um pó branco, semelhante a cocaína. Logo após, foi feita a remoção do corpo ao instituto médico legal. Os militares conversaram com vários funcionários, e ficou constatado que a vítima chegou no motel na tarde de ontem sozinho, passados alguns minutos solicitou à recepção que ligassem para uma garota de programa. Passado algum tempo, ela chegou ao local, já na parte da noite e dirigiu-se até a suíte onde a vítima a aguardava, ficou por um curto espaço de tempo depois deixou o local sozinha. A funcionária da recepção disse que fez contato com a vítima depois da saída da garota para que saldasse suas despesas até aquele momento. Então a vítima pagou o que lhe fora exigido, mas permaneceu no quarto, só que não mais teve contato com ninguém até ser encontrado morto. Feito contato telefônico com a garota que relatou que conhecia a vítima a certo tempo e que desta feita foi procurada por ele para realizar um programa. Chegando à suíte, ela deparou com a vítima apresentando um comportamento diferente do que lhe era costumeiro aparentando estar bastante transtornado. Ela afirma que a vítima fez ingestão de grande quantidade de cocaína. Como a vítima não conseguia se acalmar, ela foi embora. Antes de sair, ouviu a vítima dizer que iria ligar para um mototaxista, cujo cartão de visitas estava no interior de seu veículo para solicitar mais cocaína. Algumas horas após deixar o motel, ela recebeu nova ligação da vítima pedindo que ela voltasse e ela retornou e desta segunda vez, a vítima estava ainda mais fora de si. Mesmo insistindo bastante para a vítima se acalmar e ir para sua casa, não deu atenção aos pedidos e então ela deixou o local pela segunda e última vez não tendo mais contato com a vítima. Não havia ninguém no endereço encontrado com a vítima.

Fonte: Polícia Militar/MG