Segurança pública

Dupla suspeita de adulterar veículos é presa pela PCMG em Uberlândia

Uma apuração da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) acerca de adulteração de sinal identificador de veículo, em Uberlândia, Triângulo Mineiro, resultou na prisão em flagrante de dois homens, de 41 e 53 anos, suspeitos do crime. A ação policial ocorreu no bairro Morada Nova, na noite de ontem (10/4).
Os levantamentos, realizados pela equipe de investigação de fraudes, começaram a partir da informação sobre a locação de um imóvel de maneira fraudulenta, com utilização de dados pessoais de terceiro. Os policiais civis foram até o endereço que constava no contrato e abordaram os dois homens saindo do barracão em um veículo, dentro do qual localizaram diversas ferramentas utilizadas para adulterar veículos.

Já no interior do imóvel, havia uma carreta sem as tampas laterais e as placas. Após vistoria, foi verificada a supressão total da numeração do chassi, resquícios de massa, pintura nova e sinais de lixas para propiciar uma nova marcação. No local, também foram constatados restos de rebites, marca de tintas no chão e papel com tintas, evidenciando pintura recente no chassi nos arremates finais da adulteração.

Desdobramentos

A dupla foi identificada e já possui registros policiais. Contra o homem de 41 anos havia mandado de prisão em aberto, expedido em janeiro deste ano pela Justiça do estado de São Paulo, decorrente de condenação por roubo, o qual foi cumprido pela PCMG. Ambos foram autuados pelo crime de adulteração de sinal de veículo e encaminhados ao sistema prisional; enquanto o carro e a carreta, apreendidos e removidos ao pátio credenciado.

As investigações continuam com o intuito de identificar outros eventuais envolvidos, bem como esclarecer as circunstâncias e autoria da locação fraudulenta do imóvel.

ASCOM-PCMG