Segurança pública

Alô Uberlândia – 13/05/24

Por Cássia Bomfim

Homicídio – Homem de 43 anos é assassinado em Uberlândia-MG

O Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) em Uberlândia-MG recebeu, no final da noite de domingo (12), denúncia de disparos de arma de fogo na Rua Augusto Machado, bairro Luizote de Freitas. De imediato várias guarnições foram enviadas para o local e se depararam com um homem baleado. Militares do Tático Móvel e comandante de turno isolaram a cena do crime e foram chamadas equipes do Corpo de Bombeiros e da Perícia Técnica, da Polícia Civil. Com a chegada do resgate, constatou-se que a vítima, de 43 anos, já estava em óbito e havia várias perfurações pelo corpo. Nas proximidades, havia dois projeteis, possivelmente de munição calibre 0.38, que foram recolhidos pelo perito. Segundo relatos da testemunha, estava em casa, na Rua Augusto Machado, quando ouviu o barulho de quatro disparos de arma de fogo, vindos do lado de fora. Preocupada e assustada, a testemunha aguardou alguns minutos e abriu o portão. Assim, conseguiu visualizar somente um indivíduo caído no passeio de frente a residência. De acordo com os relatos de outra testemunha, que também reside nas imediações, já na noite, foi até um comércio, que fica nas proximidades e ao retornar viu dois indivíduos de estatura mediante, trajando roupas escuras, em uma motocicleta de cor escura, possivelmente uma Honda Titan, discutindo com a vítima. Durante o embate, o homem/vítima levou a mão na cintura para pegar algo, sendo que no momento, os indivíduos sacaram armas de fogo e efetuaram vários disparos contra a vítima. Após os tiros a dupla fugiu rumo à Avenida José Fonseca e Silva. Os policiais também abordaram, em via pública, outro homem, morador de uma casa em situação de abandono, frequentada por usuários de drogas e ele disse que conhece onde residia a vítima, já que eram amigos de infância. A equipe foi ao endereço e os pais relataram que ele havia saído de casa por volta das 22h em uma motocicleta Honda de cor cinza e utilizando um capacete de cor preta. Os pais disseram que o filho era ameaçado constantemente, inclusive falava ao sair, que não sabia se ele iria voltar vivo. Além disso, o pai informou aos militares que iria pedir para o patrão demiti-lo da empresa, porque precisava de R$10 mil para pagar uma dívida. Os militares ouviram rumores de outros residentes nas imediações, suspeitam que esta dívida pode ter sido contraída pela vítima (filho), já que era usuário de drogas. Os pais disseram que o seu filho tinha uma arma de “Air Soft” e que ele estava andando com este equipamento. Durante as buscas na residência, utilizada por usuários, foi localizado o capacete do rapaz. Ao fazerem buscas nas vestes usadas pela vítima, foram localizados vários papelotes de cocaína, celular e dinheiro. Tudo foi recolhido e encaminhado para a Delegacia de Plantão. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). Vale salientar que até o momento, o veículo (motocicleta) da vítima não foi localizado pelas equipes e que durante as declarações de testemunhas, possivelmente, a motocicleta que os autores fugiram do local era da vítima.

Imagem meramente ilustrativa