Notícias de Uberlândia

Cemig investe em tecnologia de eficiência energética para serviço de saneamento de Uberlândia

Iniciativa prevê investimentos de R$ 500 mil e deve contribuir para a redução de custos com energia e desperdício de recursos hídricos

 

Com o objetivo de reduzir o desperdício de energia e água no serviço municipal de abastecimento de Uberlândia, a Cemig está implantando uma tecnologia que garantirá mais agilidade no atendimento de ocorrências de vazamento no município. Com o sistema, o Departamento Municipal de Água e Esgoto de Uberlândia (DMAE) poderá diminuir, ainda, as despesas com materiais utilizados no tratamento da água.

 

Segundo o gerente de Eficiência Energética da Cemig, Ronaldo Lucas Queiroz, o projeto-piloto, viabilizado pelo Programa Energia Inteligente da companhia, envolve um sistema de monitoramento que envia ordens de serviços em tempo real para as equipes do DMAE. “Hoje, os trabalhos para conter vazamentos desse tipo levam de 3 a 4 dias. Com o sistema, o objetivo é reduzir esse tempo e, consequentemente, as perdas de água e energia decorrentes do bombeamento contínuo”, explica.

 

Essa redução no tempo se dá, principalmente, pela eliminação de abertura de ocorrência em duplicidade, garantindo que o restabelecimento de água seja solucionado com mais celeridade. Para se ter ideia da importância da iniciativa, estima-se uma redução média de 40% dos deslocamentos de equipes até os locais de ruptura do sistema de abastecimento.

 

Além da redução dos deslocamentos, o diretor técnico do Departamento Municipal de Água e Esgoto de Uberlândia, Leocádio Pereira, ressalta a importância da iniciativa para evitar o desperdício de suprimentos. “Vamos diminuir os custos agindo na raiz de alguns dos maiores gargalos que envolvem a manutenção das redes de água e esgoto. Seremos eficientes ao diminuir não só os custos com a água e seu desperdício, mas com energia e produtos químicos. Se atuarmos de forma rápida e eficiente nos vazamentos, a economia virá”, conta Pereira.

 

Para alcançar esses resultados em eficiência energética e preservação da água, além do software, a Cemig está investindo em tecnologias como o vídeo wall – conjunto de televisores digitais, computadores, tablets e equipamentos nobreak, que alimentam os dispositivos em caso de falta de luz. Além disso, as equipes de serviços e administrativas do DMAE estão recebendo treinamentos sobre o uso do software e dos demais benefícios do sistema.

 

Georreferenciamento

O projeto-piloto possibilita, ainda, a vantagem de contribuir para que, futuramente, o sistema de saneamento do município seja mapeado. “A ideia é criar uma rede de informações. Quando um vazamento for sanado, por exemplo, a equipe poderá incluir informações sobre os procedimentos necessários naquele local”, afirma Queiroz.

 

Inovação e eficiência energética para serviços de saneamento

Com os investimentos do Programa Energia Inteligente – regulado pela Aneel – em benefício da redução de desperdícios nos serviços municipais de saneamento, a Cemig busca identificar resultados que podem ser ampliados em outras empresas. Nesta etapa, além de Uberlândia, as empresas de saneamento de Governador Valadares, Uberaba, João Monlevade, Juiz de Fora e Sete Lagoas também receberão o projeto-piloto, sendo destinados recursos de R$ 3 milhões para a realização da iniciativa.

Fonte: Cemig Imprensa Triângulo