Minas Gerais

Governo de Minas orienta população de Barão de Cocais

oradores do município passam por treinamento para enfrentar situação de emergência

Municipa

A cidade de Barão de Cocais, região Sudeste de Minas Gerais, dedicou esta segunda-feira (25/3) exclusivamente ao treinamento para situação de emergência – em caso de risco com a barragem localizada no município -, oferecido aos moradores pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec). Para viabilizar a participação da população, a Prefeitura decretou feriado local.

Pela manhã, os moradores participaram de reuniões com a equipe da Cedec. Os encontros foram realizados nos sete pontos de encontros, locais para onde as pessoas devem se deslocar em caso de rompimento da barragem. As rotas de fuga estão indicadas por placas pelas ruas dos bairros envolvidos.

Na oportunidade, foram prestados esclarecimentos e orientações acerca dos procedimentos necessários à evacuação dos moradores. Às 16h desta segunda-feira ainda será realizado um simulado de evacuação de emergência, momento em que as pessoas deverão colocar em prática o que foi passado no encontro. A expectativa é de que cerca de 6 mil pessoas participem das atividades, que contam com o apoio da Defesa Civil Municipal.

“Além de orientar os moradores, é um momento importante para verificar se será preciso alterar algum ponto no Plano de Emergência”, destacou o tenente-coronel da Cedec, Flavio Godinho, lembrando que já foi solicitado à Vale atendimento psicossocial às famílias.

Uma equipe técnica também esteve nos locais para explicar quais são exatamente as áreas que eventualmente poderão ser atingidas pela mancha de inundação. Foram instalados computadores para indicação dos pontos em um mapa.

Em cada ponto de encontro, as pessoas puderam contar com a orientação de um veterinário, sobre os devidos cuidados com os animais, em caso de emergência. E com o atendimento de psicólogos e assistentes sociais.

Moradora do bairro Capim Cheiroso, Airis Paulina Valadares, de 62 anos, levou o neto, de 12, para participar da reunião que ocorreu na Escola Nossa Senhora do Rosário. “Recebemos a notícia com preocupação e viemos buscar esclarecimentos. É uma ansiedade para saber como agir e repassar aos meus netos também”, disse.

Já a moradora do bairro São Miguel, Maria Aparecida, de 52 anos, participou do encontro, realizado na Praça de Eventos José Furtado, última reunião antes do simulado. “Esperamos que tudo se resolva logo, para que possamos viver sem essa agonia”, ressaltou.

Os locais de salvamento também poderão ser verificados pelo aplicativo Waze, que promoveu a plotagem dos sete pontos de encontro.

Pontos de salvamento

Escola Nossa Senhora do Rosário

Fazenda Soledade

Escola Efigênia de Barros Oliveira

Escola Municipal Maria da Glória

Escola Municipal Mares Guia

Praça de Eventos José Furtado

Clube Morro Grande

Barragem Sul Superior

No último sábado (23/3), o nível de emergência da Barragem Sul Superior, em Barão de Cocais, subiu para 3. Desde então, foi instalado um posto de comando da Cedec e outros órgãos da segurança pública para articulação das ações necessárias e imediatas. O monitoramento da barragem está sendo feito 24 horas pela Cedec.

O tenente-coronel Godinho explicou, durante os encontros com a comunidade, que o nível 3 significa o risco iminente de rompimento. Diante disso, foram desenvolvidas medidas protocolares para a segurança de todos. “É necessária toda essa mobilização para preservar a vida, que é o nosso maior bem”, destacou Godinho.

No dia 8/2 deste ano, quando houve a elevação do nível de emergência da Barragem Sul Superior para o nível 2, 454 pessoas que residiam na Zona de Autossalvamento (ZAS) foram, preventivamente, evacuadas de suas casas e permanecem até o momento em hotéis, pousadas ou residências de parentes. Foram instalados pontos de bloqueio para impedir o acesso à ZAS.

Neste momento, a nova alteração do nível de emergência da barragem acarreta na adoção de medidas junto à população que vive na chamada Zona de Segurança Secundária (ZSS).

A ZSS é uma área fora da ZAS, mas também constante no mapa de inundação. Isso equivale dizer que a ZSS é uma região potencialmente afetada em caso de rompimento, mas que permite, pela distância em relação à barragem, condições de segurança para evacuação no caso de um colapso.

Fonte: SEGOV – Governo de Minas

Participe do nosso grupo Whatsapp