Brasil

PGR analisará informações do caso Marielle Franco e Anderson Gomes

Elementos obtidos na operação conjunta deste domingo (24) vão auxiliar na conclusão das investigações pela PF e pelo MPF

A Procuradoria-Geral da República (PGR), o Ministério Público do Rio de Janeiro e a Polícia Federal cumpriram, neste domingo (24), 12 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão no curso das investigações que apuram o homicídio da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, e da tentativa de homicídio da assessora Fernanda Chaves, ocorridos em 2018. A operação foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.

As ações no Rio de Janeiro tiveram por objetivo a coleta de novas provas contra os autores intelectuais dos crimes e, ainda, apurar eventuais práticas de obstrução de justiça e organização criminosa. Entre outros locais, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na sede da Polícia Civil do Rio de Janeiro e no Tribunal de Contas do Estado.

Nesta etapa procedimental, documentos e dispositivos eletrônicos serão analisados pela Policia Federal. O resultado dessas diligências permitirá que a PGR forme seu juízo definitivo acerca dos crimes praticados, o que precede o ajuizamento da respectiva ação penal.

Secom – Fotografia MPF

Ministério Público Federal