Artigos

Zignet ensina como evitar golpes na compra e venda de veículos usados

Financeira explica como fugir de golpes na compra de veículos usados e
fazer uma aquisição segura!

Comprar veículo seminovo ou usado tem sido a opção de muita gente para
driblar o alto preço dos zero quilômetro e andar motorizado. Mas o que é
a realização de um sonho para uns, pode se tornar um pesadelo para
outros: é preciso muita atenção para não cair em golpe na compra de
veículo.

Infelizmente a situação é mais comum do que parece. Mas nada de
desanimar, a questão é ficar ligado em algumas dicas que podem evitar
aborrecimentos e desapontamentos futuros.

Como se prevenir de golpes na compra de veículo

Em 2023 foram vendidos mais de 14,5 milhões de carros seminovos e
usados, segundo os dados da Fenauto (Federação Nacional das Associações
dos Revendedores de Veículos Usados). O número é 8,7% maior do que a
quantidade comercializada em 2022 e é o terceiro melhor resultado da
série histórica, com 9,1 mil veículos negociados por dia.

Muito disso se deve à crescente facilidade em comprar veículos, já que a
maioria das oportunidades de compra e venda está nas plataformas
digitais. “A questão é que, juntamente com pessoas idôneas, na venda
pela internet também existem vendedores e compradores de má fé”, lembra
Paulo Loffreda, fundador e sócio da Zignet.

Nada que não possa ser evitado com algumas dicas fáceis de seguir.
“Esses, aliás, são cuidados básicos que devem ser tomados também nas
vendas presenciais, inclusive aproveitando as facilidades de fazer
algumas checagens online”, explica.

Verifique o histórico do veículo antes de fechar negócio

Já pensou em comprar um veículo e só depois descobrir que ele não
existe? O ideal é checar presencialmente se aquela foto online
corresponde realmente a um automóvel real.

“Na hora da confirmação ao vivo ou se a compra for presencial, não feche
negócio só de olhar para o veículo. Aproveite as facilidades da era da
internet e verifique o histórico.Afinal, o veículo pode ter multas e
dívidas altas que você pode não estar disposto a bancar, ter sofrido um
acidente ou estar com busca e apreensão por instituição bancária, ser
roubado ou ter a placa clonada, por exemplo”, alerta.

Essas são situações que impactam na decisão de compra. Há vários
serviços e órgãos que podem ser consultados, então é importante o
comprador usar a internet a seu favor. “Pela Zignet mesmo você pode
consultar multas, impostos, taxas e qualquer débito veicular apenas com
a placa do veículo. E se decidir comprar com a dívida, a Zignet ajuda
você parcelando tudo em até 12X no cartão de crédito”, recomenda.

Fique de olho da documentação

Outro ponto importante é verificar a documentação cuidadosamente, não só
por causa de dívidas. Um golpe na compra de veículo bem comum é tentar
vender um automóvel alugado ou com financiamento que o “dono” não quer
pagar.

“Nesse último caso é possível passar o financiamento legalmente para
outro nome, mas há um procedimento correto para isso. Entretanto, muitas
vezes o comprador nem fica sabendo que o veículo está financiado e muito
menos que é de locadora. Mas pela documentação é possível verificar a
propriedade do veículo e se há algum gravame ou qualquer outro
bloqueio”, informa.

Teste a direção do veículo e confira a parte mecânica com um
profissional

Um ponto importante para evitar prejuízo com golpe na compra de veículo
é testar a direção: há quem tente vender o carro batido ou com problemas
sérios de segurança sem avisar o comprador.

“Esse é o tipo de má fé que pode ser evitada dirigindo e sentindo o
carro, mas o ideal é também levar um profissional de sua confiança para
averiguar as condições do motor, suspensão e do sistema elétrico e
mecânico. Você também pode solicitar uma vistoria do veículo em uma
empresa credenciada pelo Detran. E não esqueça de pedir o manual, a
chave extra e o comprovante de revisões nos seminovos”, aconselha.

Escolha meios de pagamento seguros

Outro ponto importante é escolher meios de pagamentos seguros. Portanto,
jamais pague pelo veículo em dinheiro, porque ele não pode ser
rastreado. Já os meios eletrônicos são seguros, porque além do
comprovante, é possível rastrear o caminho feito pelo valor e até chegar
aos golpistas.

“Mas atenção para não fazer qualquer pagamento, nem mesmo de sinal,
antes de ter o documento de transferência assinado e datado. Ele é a
segurança de que o bem realmente será transferido para o seu nome”, diz
e continua. “Caso esteja vendendo, só entregue o veículo depois que o
dinheiro total cair na conta. Lembre-se que se você fizer a entrega
apenas mediante o sinal, o comprador de má fé pode simplesmente
desaparecer sem pagar o restante devido”, orienta.

Procure vendedores idôneos

É mais fácil evitar golpes na compra de veículos quando o vendedor é uma
empresa idônea, reconhecida e consagrada no mercado. “Lembre-se que você
sempre pode pesquisar o CNPJ nos órgãos de defesa do consumidor e na
Receita Federal. Caso o vendedor seja pessoa física, é possível
pesquisar na Delegacia Civil, inclusive em seu site oficial. Mas jamais
negocie com intermediários”, pontua.

Desconfie de preço muito barato

O mercado tem um padrão de preço para marcas, modelos e anos diferentes.
Você pode conferir o valor médio da venda de cada carro pela Tabela
Fipe, usada como padrão em todo o país.
“Então se o preço estiver muito abaixo, desconfie. Pode até não ser
golpe na compra e venda de veículos, mas alguma coisa estranha
provavelmente você vai encontrar se souber procurar”, conclui.

Zignet auxilia a resolver os débitos veiculares

A atenção a esses detalhes podem evitar que você caia em um golpe na
compra de veículos usados ou mesmo se estiver tentando vender um.
Infelizmente, há muitas pessoas que agem de má fé, mas nunca foi tão
fácil verificar as condições do veículo e fazer pagamentos seguros como
pela internet.

Por outro lado, um veículo sem débitos pode ser vendido mais facilmente
e também melhora a imagem do vendedor. Se você quiser comprar o
automóvel mesmo com dívidas, faça um levantamento completo da situação e
garanta uma decisão consciente.
Em ambos os casos, você pode contar com a Zignet para regularizar a
documentação sem pesar no bolso. Na plataforma você parcela todos os
débitos veiculares em até 12X no cartão de crédito com toda facilidade e
segurança.

Sobre Zignet:

A Zignet é uma Instituição de Pagamento que surgiu para facilitar e
inovar a forma de recebimento de contas, à vista ou parceladas, por meio
de cartões ou outras modalidades de pagamentos eletrônicos. Além de
oferecer os serviços tradicionais de recebimento de cartões, as
maquininhas Zignet também têm como diferencial parcelar em até 12 vezes,
no cartão de crédito, boletos e contas emitidos por empresas públicas e
privadas. Atendimento personalizado, tecnologia de ponta e o melhor
custo-benefício são vantagens que a Zignet disponibiliza aos seus
clientes, oferecendo maior agilidade e segurança nas transações de
pagamentos. A Zignet é credenciada pela Secretaria Nacional de Trânsito
(SENATRAN) para parcelamento de débitos de veículos em todo o território
nacional.

Assessoria de Imprensa