Artigos

Vacina Pneumocócica-15 amplia proteção contra pneumonia, meningite e bacteremia

Imunizante ajuda a prevenir doenças graves provocadas por 15 sorotipos de pneumococos e já está disponível nas unidades de vacina do Sabin Diagnóstico e Saúde

Uma vacina contra os sorotipos de Streptococcus pneumoniae, causadores de doenças graves como meningite, bacteremia (infecção no sangue), pneumonia, sinusite e otite média aguda, já disponível no Brasil. Com o nome de Vaxneuvance (ou vacina adsorvida pneumocócica 15-valente), se difere do imunizante anterior disponível na rede privada, porque amplia a proteção com a inclusão de mais dois sorotipos. 

“A pneumocócica-15 é uma vacina indicada para bebês, crianças e adolescentes de 2 meses a 17 anos para imunização ativa na prevenção de pneumonia, otite média aguda, sinusite e doença invasiva, que ocorre quando uma bactéria invade partes do corpo, geralmente livres de microrganismos, como a corrente sanguínea (bacteremia) e os tecidos e fluidos que rodeiam o cérebro e medula espinhal (meningite). Também é indicada para adultos com 18 anos ou mais para prevenção de doença invasiva e pneumonia causadas por 15 sorotipos diferentes de Streptococcus pneumoniae”, explica a médica infectologista e consultora de vacinas do Sabin Diagnóstico e Saúde, Ana Rosa dos Santos. 

O esquema vacinal recomendado pela Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim) é composto de três doses: aos 2, 4 e 6 meses de idade, com reforço entre 12 e 15 meses. “Mesmo quem já iniciou o esquema de vacinação com outra pneumocócica, pode concluir com a vacina pneumocócica-15. Para crianças a partir de dois anos e adultos, recomenda-se dose única da pneumo-15”, explica a especialista.   

A doença pneumocócica, infecção causada pela bactéria Streptococcus pneumoniae, pode afetar os pulmões, o sangue, o sistema nervoso central e outras partes do corpo. Segundo a Sbim, a bactéria é a maior causa de mortalidade infantil por doenças preveníveis por vacinas. Entre adultos a partir dos 50 anos e, principalmente a partir dos 60 anos e pessoas com problemas de saúde pré-existentes, a pneumonia pneumocócica também é uma das principais causas de internação e morte.  

“Ela pode causar uma variedade de sintomas, como infecção nos pulmões (pneumonia), que pode causar febre, tosse, falta de ar e dor no peito; infecção das meninges (meningite), que são as membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal, além de bacteremia, que é disseminação da bactéria pelo sangue, otite média aguda e sinusites. E, em casos graves, a doença pode levar à morte”, alerta a médica. 

A vacinação é a melhor forma de prevenir a doença. No Brasil, a vacina pneumocócica conjugada 10-valente (PCV10) é oferecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para crianças menores de 2 anos. Na rede privada, até a chegada da Pneumo-15, a Pneumo-13 era a vacina disponibilizada.

Imagem: freepik

Assessoria de Imprensa