Artigos

Prefeitura de Uberlândia realiza ações de cuidados aos diabéticos

Desde 1991, uma iniciativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Federação Internacional de Diabetes (IDF) faz do 14 de novembro o Dia Mundial do Diabetes. A data foi instituída oficialmente em 2007, em resposta às preocupações com o crescente aumento dos diagnósticos no mundo. Em Uberlândia, o objetivo não é diferente, já que a Secretaria de Saúde desenvolve atividades permanentes e aproveita a data para reforçar os cuidados, intensificando as ações de combate e prevenção da doença junto à população. Por isso, nesta quarta-feira (14), das 13h às 16h, o Centro Municipal de Atenção ao Diabético (CMAD) realizará uma tarde especial com os pacientes.

De acordo com a coordenadora da unidade, Marina Alves da Silva, serão oferecidas palestras com a equipe multiprofissional da unidade, em que serão abordadas as formas de prevenção e os cuidados necessários para garantir o controle da doença.

“O trabalho no município é permanente e começa na Atenção Primária. Os cuidados vão desde consultas e avaliações do pé diabético às visitas domiciliares, entre outras atividades que acontecem sistematicamente e são intensificadas nesse período. Quando fazemos um trabalho de orientação e prevenção, estamos ajudando para que o paciente não tenha problemas futuros”, afirmou.

Atendimento especial

O Diabetes é uma doença que não tem cura, mas existem cuidados para controlá-la, desde que o paciente se proponha a isso. Basta procurar a unidade de saúde mais próxima para ser encaminhado ao CMAD.

No Centro de Atenção, os trabalhos são desenvolvidos de duas formas, como reitera a coordenadora. “A primeira é realizada por meio de ações de prevenção e orientação, sobretudo, aos pacientes que sofrem de diabetes tipo 1, com informações sobre alimentação, exercícios físicos, uso de insulina, medicação e outras recomendações para o autocuidado. Outra vertente é ligada aos curativos daqueles que apresentam problemas no pé por conta do diabetes”, completou Marina Alves.

Atenção contínua e autocuidado apoiado

Por meio do Qualifica SaUDI, a Secretaria Municipal de Saúde tem implantando nas unidades laboratório o autocuidado apoiado – um programa inovador que permite aos médicos atuarem conjuntamente e estabelecerem metas para que a equipe da unidade de referência do paciente possa desenvolver atividades que garantam mais saúde e qualidade de vida aos diabéticos. O projeto é piloto e está sendo testado nas 21 unidades do setor sul da cidade (além das três equipes do ambulatório da Uai Pampulha).

O acompanhamento é feito a partir de uma estratificação de risco no setor, que permite um acesso ainda mais democrático àqueles que estão em situação de alto risco e requerem uma atenção maior. Durante a consulta multidisciplinar que acontece na UAI São Jorge, o paciente fica dentro do consultório e quem entra na sala são os médicos especialistas, além da equipe de atenção primária da qual o paciente é referenciado.

Depois de passar pela análise dos profissionais, o paciente segue monitorado em sua unidade de referência, pertinho de casa. Um trabalho, segundo a enfermeira e coordenadora do setor sul, Melyne Serralha, que garante uma atenção especial aos pacientes crônicos.

“O cuidado é todo voltado para a situação de cada paciente, focando no autocuidado para controlar a hemoglobina glicada, que é o marcador do controle glicêmico (taxa de açúcar no sangue). Ao final da primeira consulta com os mais variados especialistas, o paciente fará um compromisso com a equipe para retorno em um prazo de três meses, englobando o cuidado com medicação e hábitos saudáveis propostos pelos médicos a fim de apresentar melhores condições”, explicou.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a cada 1% diminuído da hemoglobina glicada, é possível reduzir em 37% as complicações microvasculares, além de diminuir em até 21% o risco de morte e em 14% a incidência de infarto agudo do miocárdio.

Participe!

– O quê? Tarde de cuidados aos diabéticos

– Quando? 14 de novembro, das 13h às 16h

– Onde? Rua Tenente Rafael de Freitas, 530, Bairro Patrimônio.

Fonte: Secom PMU