Artigos

NAMORAR

Não quero marcar hora para nosso amor,

Mas também não quero nada aleatório,

Precisa haver vontade, querer, furor,

Aquela necessidade sem explicação, o acontecer,

Nada justificado mas que seja desejado ,

Que aconteça à noite, à tarde, no amanhecer,

Tenha início com um beijo manhoso , gostoso,

Aquele que se oferece quando não se espera,

Seja correspondido num abraçar cheiroso,

Em que o tirar a roupa siga de forma natural,

Onde estivermos sem pensar, raciocinar,

Como se amar ali, onde estive r, seja normal.

É preciso que isso aconteça já agora,

Porque amor é sentimento que contempla,

Tudo muito de imediato não define a hora,

Preciso de amor com muito tempero,

Que quando acostumamos queremos sempre,

Quando o faltar sufoca, causa desespero,

Não se tem que definir como irá acontecer,

Bastará apenas um permitir dúbio,

Com a opção que se quisermos poderá ser,

Logicamente não vou querer sofrimento,

Mas que intensifique cada vez mais,

Seja intenso, perene, nunca de momento,

Amor que seja pra vida inteira,

Que valorize nosso querer estar,

Nos permita ser únicos,

Não seja traumático,

Nos faça sonhar.

Texto de José Airton de Oliveira