Agenda Cultural

Projeto Artes Cênicas segue para oitavo ano em Uberlândia

Iniciativa do EMCANTAR Social soma mais de 1 mil crianças e jovens atendidos, mais de 1 mil oficinas realizadas e 20 espetáculos apresentados.

Como tudo nesta jornada de quase três décadas, o propósito de colaborar com o desenvolvimento humano e a transformação do mundo através da arte está na essência do Projeto Artes Cênicas, do EMCANTAR Social.
“Um projeto que começou há oito anos em Uberlândia (MG) e hoje soma mais de 1 mil crianças e jovens atendidos, mais de 1 mil oficinas realizadas e mais de 20 apresentações artísticas autorais contemplando um público estimado em mais de 10 mil pessoas com alcance nacional, e também internacional através de ações digitais”, explica Ana Lopez, diretora do EMCANTAR Social.
Tudo isso graças a parceria de uma rede de pessoas e organizações que também acredita no potencial da arte para o desenvolvimento de habilidades humanas fundamentais, como expressividade, criatividade, comunicação, autoconhecimento, trabalho em equipe e tantas outras que o trabalho artístico proporciona.
Neste oitavo ano de projeto, para realização de oficinas em quatro instituições periféricas de Uberlândia, o EMCANTAR Social conta com doações via declaração de imposto de renda de pessoas físicas, e o patrocínio do Instituto Algar e Sistema Martins, via Lei Federal de Incentivo à Cultura.
“Nós acreditamos que a educação é a principal contribuição que podemos deixar para as pessoas, por isso buscamos gerar oportunidades de desenvolvimento para pessoas, por meio do apoio ou realização de iniciativas que promovam o desenvolvimento integral. E é por isso que estamos junto ao EMCANTAR há oito anos, no apoio à realização do Projeto Artes Cênicas. Além disso, criamos uma campanha para estimular que pessoas físicas também destinassem parte do seu imposto de renda para essa iniciativa”, conta Carolina Toffoli Rodrigues, gerente do Instituto Algar.
Para o IAMAR – Instituto Alair Martins – estimular apoio a projetos culturais também é muito importante. “Com um esforço pequeno dos doadores, fazemos um grande impacto na criação de uma cultura de confiança, que possibilite a cooperação, engajamento, onde todos possam trabalhar, se divertir, enfim, se relacionar! Acredito que nesse projeto o IAMAR usou um ativo que quanto mais se usa, mais se tem, que é a confiança criada entre as pessoas que estão dentro da nossa comunidade, a experiência nessa curadoria de saber onde temos gente boa trabalhando junto. Vou continuar apoiando o projeto e espero que possa servir de exemplo para atrairmos o maior número de patrocinadores nos próximos anos, que também se beneficiam ao criar uma referência de alinhamento cultural e de valores dentro de um mundo de tanta incerteza, de tanto ceticismo. É um exercício de juntos cada um vale mais: é bom para o Artes Cênicas e seu público, é bom para o IAMAR, e é bom, nesse caso específico, para os acionistas unidos por um projeto comum e do bem”, diz Juscelino Martins, presidente do Conselho Deliberativo do IAMAR.
Cerca de 140 alunos estão participando do projeto em 2024
CCAU – Creches Comunitárias Associadas de Uberlândia no bairro Canaã, Lar Espirita Maria Lobato de Freitas no bairro São Jorge, Comunidade Casa Ipanema no bairro Jardim Ipanema e ABC do Glória no bairro São Jorge são as instituições que estão recebendo o projeto neste ano.
Ao todo, cerca de 140 crianças e jovens tendo acesso à Pedagogia do Encantamento, metodologia desenvolvida pelo EMCANTAR ao longo de sua trajetória e utilizada nas oficinas do Projeto pelos arte-educadores, Luciene Andrade e André Salomão.
A metodologia é dividida em duas formas de aplicação: Cultura do Brincar e Vivência e Criação Artística. “Estamos no momento de criar vínculo entre os participantes. Então, utilizamos muitas brincadeiras e estímulos com jogos cênicos para criarmos essa comunidade de sentido e irmos avançando para a criação do espetáculo que neste ano será bastante musical. Vamos trabalhar a força do canto coletivo com cenas entre uma música e outra para apresentar um belo espetáculo que será aberto a comunidade no final do ano”, contam os arte-educadores.
As oficinas acontecem até novembro deste ano nos seguintes locais e horários:
▪ CCAU Uberlândia: segundas das 9h30 às 11h
▪ Maria Lobato: segundas das 13h15 às 14h40 e das 14h40 às 16h10
▪ Comunidade Casa Ipanema: terças das 13h30 às 15h
▪ ABC do Glória: terças das 8h30 às 10h
Para saber mais, basta acessar: emcantar.org ou @emcantar nas redes sociais.

MAIS SOBRE INSTITUTO ALGAR – O Instituto Algar tem o papel de concentrar e fortalecer as ações sociais que contribuem para transformar vidas e gerar impacto nos locais em que o grupo Algar atua. Por meio de programas que reforçam a educação, o esporte, a cultura e o voluntariado, há mais de 20 anos a instituição trabalha para cuidar do próximo e contribuir para uma sociedade melhor. São milhares de vidas impactadas diariamente pelas ações do Instituto que englobam formações para preparação de jovens para o mercado de trabalho, oferecimento de atividades no contraturno escolar para crianças em organizações sociais parceiras, capacitação de educadores e o incentivo e criação de oportunidades para associados do Grupo participarem de ações sociais por meio do trabalho voluntário.

MAIS SOBRE SISTEMA MARTINS – O Martins foi fundado em dezembro de 1953 e desde lá construímos uma história de sucesso incomparável, tornando-nos uma referência na distribuição e no apoio ao desenvolvimento do varejo brasileiro. Ao longo da nossa trajetória e com a diversificação e crescimento da atuação em todas as regiões do país, assumimos o papel de integrador da cadeia de consumo. A partir dessa realidade, a estratégia do Martins foi organizar-se em um sistema – o Sistema Martins (SIM) – que atendesse às necessidades dos pequenos empreendedores, levando para todo o país soluções e oportunidades para capacitar, desenvolver e dar competitividade a esses varejistas. Conheça mais: https://www.martinsatacado.com.br

Assessoria de Imprensa